BAIXA VISÃO

BAIXA VISÃO

14
DEZ
2020

A visão é um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento humano. É através da visão que adquirimos a maior parte dos conhecimentos do mundo que nos rodeia.

A formação das imagens visuais está associada a vários elementos interligados, os olhos são apenas uma parte, envolvendo aspetos fisiológicos, sensórios-motores, propriocetivos e emocionais. Todo este sistema deve estar íntegro para que a visão se processe normalmente.

A deficiência visual é caraterizada como o comprometimento parcial ou total da capacidade visual de um ou ambos os olhos, que não consegue ser corrigida ou melhorada com tratamento clinico, cirúrgico, lentes de contacto ou uso de lentes oftálmicas.

Qualquer individuo com visão reduzida sem possibilidades de ser corrigida, é considerada uma pessoa com deficiência visual.

A Organização Mundial de Saúde utiliza a escala abaixo referida, para as seguintes classificações de deficiência visual.
  • 20/30 a 20/60 é considerado leve perda de visão, ou PRÓXIMO DA VISÃO NORMAL
  • 20/70 a 20/160 é considerada baixa visão moderada, BAIXA VISÃO MODERADA
  • 20/200 a 20/400 é considerada grave deficiência visual, BAIXA VISÃO GRAVE
  • 20/500 a 20/1000 é considerada perda de visão profunda, BAIXA VISÃO PROFUNDA
  • Inferior a 20/1000 é considerada quase total deficiência visual, CEGUEIRA TOTAL OU QUASE
  • Nenhuma perceção é considerada total deficiência visual, CEGUEIRA TOTAL
Existem também os níveis de deficiência visual baseado na perda de campo visual (perda de visão periférica).

A baixa visão pode ser:
Congénita ou Adquirida mais tarde.

As principais doenças que causam a deficiência visual no adulto são a degeneração macular associada à idade, retinopatia diabética e glaucoma.

Face às dificuldades visuais e de acordo com o grau de deficiência, existem ajudas óticas, (lupas e telescópios), novas tecnologias (ampliadores eletrónicos e softwares de voz), filtros, contrastes, iluminação a fim de melhorarem o desempenho em determinada tarefa e a qualidade de vida.

Para todos aqueles que se enquadram nestes padrões de visão, deixo as palavras de Heumann, 1998.

"Para pessoas sem deficiência, a tecnologia torna as coisas convenientes, porém, para pessoas com deficiência, ela torna as coisas possíveis" - Heumann, (1998)


António Branco,
Optometrista Optocentro 
CONTEÚDO RELACIONADO
DICAS
CONTACTE-NOS