PRÓTESES OCULARES

A história do fabrico e utilização de próteses oculares leva-nos ao século V a.C., ao período da civilização romana e  egípcia. Vários materiais foram utilizados no seu fabrico, desde o barro ao ouro. Hoje em dia, produzidas em substâncias acrílicas, permitem aumentar o grau de conforto e simplificam a higiene e manutenção da cavidade orbital e da prótese. A técnica de adaptação de uma prótese ocular consiste na escolha da forma, espessura e cor indicada para cada utilizador. Na maioria dos casos, fazem-se ajustes para uma melhor adaptação.
O principal objectivo da prótese é estético e são um grande contributo para o aumento do conforto e da auto-estima do utilizador.